Alimentação infantil.

image

Falar de alimentação infantil é complicado né?

As crianças que não comem dão o maior trabalho para muitas mães. Por aqui passamos por várias fases de alimentação e o começo foi muito difícil! Logo que a Júlia começou a comer, teve uma grande crise de intolerância e, como não sabíamos o que era, tiramos tudo e ela voltou pro peito até melhorar.

Fomos voltando aos pouco com a introdução de alimentos, mas ela não aceitava mais nada! Foi assim até completar 8 meses, eu contava quantas colheres ela comia pra saber se estava indo bem ou não. Quando chegava a 10 colheres eu até fazia festa!

Com 11 meses desmamei total, pois ela só queria mamar e não estava comendo. Quando completou 1 ano, idade na qual a maioria das crianças diminui o ritmo, ela melhorou muito e começou comer a nossa comida, nos mesmos horários que os nossos e isso foi um grande incentivo.

image

O Papai Caio oferece tudo pra ela, e a faz experimentar (lógico que sem obrigações, tudo com conversa e explicação). Ver que estamos comendo também é muito importante para eles.

Quando o Papai vai fazer comida ele a chama pra ajudar, coloca ela sentada em uma cadeira longe do fogão e vai explicando o que ele está fazendo. E e ela adora! Isso é super importante para as crianças se interessarem e conhecerem melhor os alimentos.

Outra coisa legal é ter hortinhas e explicar como elas crescem, o que precisa fazer pra cuidar das plantinhas. Isso podemos ensinar desde cedo.

image

Eu sou péssima pra comer, não gosto de cozinhar e prefiro um lanche ao invés de comida ( a Júlia não precisa saber disso hahah) então nunca fui muito neurótica quando ela não comia tudo que eu colocava no prato. Lógico que não dou lanche pra ela, mas quando ela não come a comida eu falo: “É isso que tem. Se não quiser, não come. Mas também não vai ter nada depois.” E quando bate a fome ela pede a comida!

Os alimentos preferidos da Júlia são: arroz, feijão, carninha (pode ser frango e peixe também, que ela come), farofa, macarrão, frutas, tomate, pepino, brócolis, milho, pipoca, biscoito de polvilho, pão e sorvete.

image

Dicas para melhorar a alimentação dos pequenos:

  • Refeições junto com a família.
  • Hora de comer é sem televisão.
  • Levá-los para cozinha na hora do preparo.
  • Ir à feira com eles.
  • Evitar falar que não gosta de certo alimento perto deles, muitas vezes vão repetir e não comer.
  • Evitar fazer as refeições na hora do sono, é melhor deixar dormir primeiro e depois comer.
  • Evitar líquidos adocicados junto com a refeição. A melhor opção é água.

 

Como é a alimentação por aí? Espero que as dicas ajudem vocês também!

Escrito por Pedro Camargo

Uma Resposta para “Alimentação infantil.”

  1. gabriel disse:

    muito bom seu site parabens endico a todos.

Deixe uma resposta